Este post é um aviso pra quem (ainda) vem pra cá.

Minha vida tá do avesso. Tudo está diferente. Coisas que eu controlo, outras que não. Minha inspiração foi embora já faz um tempo. Talvez anos. O cotidiano naufragou minhas ideias, sufocou meu pensamento. Tenho problemas demais pra resolver e viver vai muito além do meu umbigo, agora sei. Este blog foi um refúgio para o “eu” que eu queria preservar. Um “eu” do passado, que hoje não tem espaço dentro de mim. Um “eu” melancólico, que hoje está atarefado. Um “eu” apaixonado pela observação, pelos detalhes, hoje mal vê. Um “eu” sensitivo, que agora não percebe porra nenhuma. Condicionado, não há mais forças para tirar do conformismo.

E assim, me despeço deste domínio, e parto para uma nova etapa, talvez deste novo “eu”, que espera encontrar-se com a criatividade, aquela dose de melancolia que, como bukowski ou Caio fernando abreu, não sai jamais do peito.

visite-me no livrelevelivro.com.br